Crônica Cipriânica #2: O Reavivamento da Tradição Cipriânica da Magia

Atualizado: 25 de Dez de 2019


Por muitos anos São Cipriano manteve-se na espreita, oculto nas sombras como um exu, no entanto exercendo uma função importante na Tradição Hermética de Mistérios. Como um símbolo da tradição, seu olhar revela o âmago da própria tradição: seu mito traduz a busca de todo mago que é obter um espírito assistente, caracterizado modernamente como Sagrado Anjo Guardião, e aprender com ele os segredos e arcanos da magia. E assim como exu é incompreendido, sua função e atuação espiritual, também São Cipriano tem sido incompreendido por magos, bruxos e feiticeiros. Por descaso ou pura ignorância, eles têm deixado de lado este grande ícone da tradição ocidental de mistérios. No entanto, hoje existe um profundo movimento encabeçado por ocultas-estudiosos e magos praticantes que busca reavivar São Cipriano, sua magia e símbolo, revelando seu prístino relicário.


Os principais expoentes deste reavivamento cipriânico são: Felix Castro Vicente, José Leitão, Jake Stratton-Kent, Nicholaj de Mattos Frisvold, Humberto Maggi e outros. Recentemente Humberto Maggi publicou uma ontologia de textos de São Cipriano no seu Thesaurus Magicus (Vol. II), o que de mais completo temos em português. Estes autores têm demonstrado como São Cipriano trata-se de um rico símbolo-espelho da tradição da magia, presente na magia da Antiguidade, grimórios medievais, magia popular europeia e os cultos da umbanda e quimbanda. Nicholaj de Mattos Frisvold em St. Cyprian & the Sorcerous Transmutation (Headen Press, 2013) tece uma linha de apresentação que demonstra como São Cipriano foi diluído ou transmutado nos mistérios de Exu Meia Noite. Ele diz:


[...] A metamorfose de São Cipriano se fundindo a Exu Meia Noite é o pulso da Quimbanda no trabalho com São Cipriano como tem trabalhado com muitos outros espíritos, conhecidos e desconhecidos, realizando a transmutação. Nós podemos falar de uma linha de São Cipriano na Quimbanda se nós o considerarmos como uma inspiração para uma variedade de mestres na artes da cura e da mironga.

Todos estes autores têm demonstrado como São Cipriano aportou em terras brasileiras junto as feiticeiras exiladas pelo Santo Ofício de Portugal. Ao chegarem elas se misturaram com escravos e estes, já haviam se misturado com nativos. Após a abolição da escravatura, os escravos libertos começaram a compartilhar conhecimento com outros europeus que, por sua vez, também traziam farto material sobre a magia popular europeia e sua demonologia. Podemos ver aí um caldo grosso de influências mágico-culturais que se formou no período colonial e que introduziu a magia cipriânica aos negros praticantes de cabala crioula.


Dessa maneira é preciso esclarecer que não é São Cipriano que está dentro da quimbanda ou da umbanda, mas sua influência espiritual na praxis da feitiçaria, algo que vemos com bastante clareza nos trabalhos de quimbanda. São Cipriano, seu símbolo e relicário mágico, tem tentáculos que se espalham por toda tradição ocidental de mistérios.


Nicholaj de Mattos Frisvold continua:


Este legado vive em seus epitáfios, São Cipriano de Angola, que o revela como o patrono da Quimbanda. Deste modo ele assume a forma de um preto-velho, um negro idoso, mas sua sabedoria é de Quimbanda.

O livro O Espírito de São Cipriano propõe uma autêntica magia cipriânica diabólica. Na demonologia de São Cipriano os 72 espíritos do Lemegeton não são criaturas infernais, mas espíritos celestes. A magia cipriânica diabólica lida com espíritos que São Cipriano classifica como inferiores, criaturas infernais regidas por Lúcifer, Belzebu e Ashtaroth. Será apresentado um ritual, o Estrela da Calunga, onde as legiões de demônios e mortos se perfilam ao redor do Cruzeiro das Almas. Esta magia cipriânica diabólica construirá, como você perceberá, uma ponte com a quimbanda luciferiana.


Fernando de Ligório

Curso de Filosofia Oculta


CONSULTA COM HORA MARCADA VIA WHATSAPP: (17) 9 8103 8470

E-MAIL: srikulacara@gmail.com

INSTAGRAM: https://www.instagram.com/fernandodeligorio/

135 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo